Cinefilia - UOL Blog
Morte em Hollywood

O universo do cinema foi surpreendido nesta terça-feira com a perda de um dos maiores astros do momento. O australiano Heath Ledger, 28 anos, foi encontrado morto no apartamento da amiga Mary-Kate Olsen, no bairro de SoHo em Nova York. Ela havia emprestado o lugar para que o ator se hospedasse, mas não se sabe há quanto tempo ele estaria ali.

Uma empregada e a massagista contratada por Ledger o descobriram no quarto rodeado por pílulas. As primeiras hipóteses com as quais a polícia trabalha são de superdosagem acidental de calmantes ou mesmo suicídio. A primeira necropsia, hoje, mostrou-se inconclusiva, a próxima está prevista para daqui a 10 dias.

O jovem talento despontou para o mundo em 1999 ao lado de Julia Stiles na comédia-romântica "10 Coisas que Odeio em Você", adaptação livre de "A Megera Domada" de Shakespeare. A partir daí sua carreira começou a ganhar solidez com sucessos de crítica e público como "O Patriota" (fazendo o primogênito de Mel Gibson), "Coração de Cavaleiro" e "A Última Ceia". Neste, aliás, fazia um jovem atormentado pelo ambiente familar que se suicidava. A essa altura sua imagem de ídolo teen começava a tomar forma de ator respeitado, consolidando-se com o famoso caubói gay Ennis Del Mar no premiado "O Segredo de Brokeback Mountain", pelo qual recebeu sua única indicação ao Oscar. O grande momento como ator, no entanto, deve vir postumamente em julho desse ano, quando estréia "O Cavaleiro das Trevas", novo filme de Batman, no qual Ledger viverá seu arquiinimigo, Coringa. As primeiras imagens do vilão mostram que não há nenhum exagero em dizer que a partir dali ele estaria entre mega-astros como Johnny Depp.

Mais um Caso

Apesar do caso trágico, Heath Ledger não é o primeiro (e provavelmente não será o último) garoto ou garota de Hollywood que perde a vida tão cedo. Por motivos mais ou menos tortuosos, nomes como o da deusa Marilyn Monroe serão lembrados tanto por seus filmes quanto pela forma pela qual deixou esse mundo. Ela, por exemplo, tinha 36 anos quando morreu em 1962, estava no auge da beleza e até hoje é tida como o maior símbolo sexual do cinema mundial. Sua pinta no rosto e o cabelos loiros são copiados à exaustão por mulheres que querem parecer provocantes. A causa oficial de seu óbito foi uma overdose de barbitúricos, mas inúmeras teorias conspiratórias apontam um complô da família Kennedy - John e seu irmão Robert tiveram casos com Marilyn - para matar a estrela.

Pouco mais de três décadas antes, outro sex symbol feminino perdia sua vida muito cedo. Jean Harlow, a loura platinada, foi vencida por um edema cerebral aos 26 anos. Filmes como "Hell's Angels" (1930) e "Bombshell" (1933), além de suas insinuações de que não gostava usar roupa íntima se encarregaram de virar a cabeça dos homens e lhe transformar em uma das mulheres mais desejadas de seu tempo. Contudo, em julho de 1937 o furacão silenciou-se, deixando um legado de cerca de 30 trabalhos em 10 anos de carreira bombástica.

Por falar em carreiras meteóricas, ninguém foi mais icônico que James Dean. Com apenas 24 anos, o ator morreu depois de uma forte colisão com seu Porsche numa estrada da Califórnia. Sua filmografia praticamente se resume a três títulos, todos eles, hoje, considerados clássicos absolutos. "Vidas Amargas" e "Juventude Transviada" de 1955, e "Assim Caminha a Humanidade" de 1956. Mesmo depois da tragédia ele conseguiu duas indicações póstumas ao Oscar, o que não representou os únicos ecos de seu nome pela história. Sua imagem com jaqueta de couro, camiseta branca justa, o cabelo bem arrumado e seu topete ficaram marcadas como símbolo maior dos jovens rebeldes da década de 1950.

A marca de Dean muitas vezes foi trazida à tona quando do falecimento de outra promessa do cinema, River Phoenix, em 1993. O garoto nascido no estado americano do Oregon, participou do clássico infanto-juvenil "Conta Comigo", obteve uma indicação ao Oscar com apenas 18 anos, foi muitíssimo festejado fazendo o jovem Indiana Jones em "A Última Cruzada", além de co-protagonizar com Keanu Reeves o polêmico "Garotos de Programa", de Gus Van Sant. Era considerado a maior revelação do cinema até ter uma overdose ao sair da boate do amigo Johnny Depp, Viper Room. Barbitúricos mais uma vez. Tanto Depp quanto seu irmão caçula Joaquin Phoenix ainda não superaram o episódio. Em entrevistas não gostam de comentar o que houve e ao fazerem estão sempre pouquíssimo à vontade - no caso de Joaquin, muitas vezes irritado.

Heath Ledger se junta a esses e outros casos igualmente tristes tanto para suas família quanto à arte cinematográfica. Assim como ele deixa órfã a pequena Matilda, seus fãs agora terão a oportunidade de ver apenas mais um trabalho inédito seu, cuja imagem ficará na história ao lado de gente como Bruce e Brandon Lee, Rodolfo Valetino e de Brad Renfro, protagonista de "O Cliente" e "O Aprendiz", morto na semana passada por overdose aos 25 anos.

Oscar 1

O Oscar faz 80 anos e a Academia divulgou hoje os nomes dos indicados ao prêmio em 2008. O Brasil, infelizmente, não está entre os concorrentes, "O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias", apesar de figurar entre os nove finalistas, não entrou na disputa direta pelo título de Melhor Filme Estrangeiro.

Os principais nomeados do ano foram "Sangue Negro" de P.T. Anderson e "Onde os Fracos Não têm Vez" dos Irmãos Coen, cada um com oito indicações, incluindo Melhor Filme e Diretor. O que me deixa bem feliz, pois Anderson há muito mostra-se entre os diretores mais inteligentes de Hollywood. Claro, minha aposta ao prêmio principal fica entre esses dois, puxando a sardinha para "Sangue Negro". O que não exclui "Desejo e Reparação" como forte concorrente, que mesmo tendo sete nomeações, não conseguiu pôr seu Joe Wright entre os melhores diretores de 2007, "substituído" por Julian Schnabel de "O Escafandro e a Borboleta" - a mania do ano!

Entre os atores, acredito que Daniel Day-Lewis sairá da festa com a estatueta, contudo não seria estranho se George Clooney e mesmo Johnny Depp aparecessem como favoritos mais próximo à data de entrega do Oscar. O primeiro está em um filme bem indicado, o outro tem um grande sucesso de bilheteria no ano (o terceiro "Piratas do Caribe"), pelo qual repete um papel já indicado na mesma categoria, e é um ator que há muitos anos merece o prêmio.

Na ala feminina a briga fica entre Marion Cotillard e Julie Christie. Cate Blanchett não deve levar por que tem grandes chances de ganhar como Atriz Coadjuvante pelo seu Bob Dylan. Nessa mesma categoria só que no lado masculino aposto tudo em Javier Bardem.

A grande surpresa para mim foi a ausência de "Os Simpsons - O Filme" entre os Melhores Filmes de Animação e em seu lugar figurar "Tá Dando Onda". Seriam resquícios de "Happy Feet"? "Ratatouille" vence com grande vantagem. Minha maior decepção foi o total esquecimento de "Zodíaco", só momentanemente deixada de lado pelas três indicações a "O Ultimato Bourne", mas que não deve levar nenhuma.

Os vencedores serão revelados no dia 24 de fevereiro, na habitual grande festa, se a greve dos roteiristas não fizer o mesmo que aprontou com o Globo de Ouro. Bem, é isso, abaixo vocês conferem todos os indicados.

Oscar 2 - Indicados

MELHOR FILME

Conduta de Risco
Desejo e Reparação
Juno
Onde os Fracos Não Têm Vez
Sangue Negro
 

MELHOR DIRETOR

Jason Reitman, Juno
Joel e Ethan Coen, Onde os Fracos Não Têm Vez
Julian Schnabel, O Escafandro e a Borboleta
Paul Thomas Anderson,
Sangue Negro
Tony Gilroy, Conduta de Risco
 

MELHOR ATOR

Daniel Day-Lewis, Sangue Negro
George Clooney, Conduta de Risco
Johnny Depp, Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet
Tommy Lee Jones, No Vale das Sombras
Viggo Mortensen, Senhores do Crime

 
MELHOR ATRIZ

Cate Blanchett, Elizabeth: A Era de Ouro
Ellen Page,
Juno
Julie Christie,
Longe Dela
Laura Linney, The Savages
Marion Cotillard, Piaf – Um Hino ao Amor

 
MELHOR ATOR COADJUVANTE

Casey Affleck, O Assassinato de Jesse James Pelo Covarde Robert Ford
Hal Holbrook, Na Natureza Selvagem
Javier Bardem,
Onde os Fracos Não Têm Vez
Philip Seymour Hoffman,
Jogos do Poder
Tom Wilkinson, Conduta de Risco

 
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Amy Ryan, Medo da Verdade
Cate Blanchett, Não Estou Lá
Ruby Dee,
O Gângster
Saoirse Ronan,
Desejo e Reparação
Tilda Swinton, Conduta de Risco

 
MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Conduta de Risco
Lars and the Real Girl
Juno
Ratatouille
The Savages

 
MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Desejo e Reparação
O Escafandro e a Borboleta
Longe Dela
Onde os Fracos Não Têm Vez
Sangue Negro


MELHOR FOTOGRAFIA

O Assassinato de Jesse James Pelo Covarde Robert Ford
Desejo e Reparação
O Escafandro e a Borboleta
Onde os Fracos Não Têm Vez
Sangue Negro


MELHOR MONTAGEM

O Escafandro e a Borboleta
Na Natureza Selvagem
Onde os Fracos Não Têm Vez
Sangue Negro
O Ultimato Bourne


MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

Persépolis
Ratatouille
Tá Dando Onda

 

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

A Bússola de Ouro
Desejo e Reparação
O Gângster
Sangue Negro
Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet


MELHOR FIGURINO

Across the Universe
Desejo e Reparação
Elizabeth: A Era de Ouro
Piaf – Um Hino ao Amor
Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet

 

MELHOR MAQUIAGEM

Norbit
Piaf – Um Hino ao Amor
Piratas do Caribe: No Fim do Mundo

 
MELHORES EFEITOS VISUAIS

A Bússola de Ouro
Piratas do Caribe: No Fim do Mundo
Transformers

 

MELHOR TRILHA SONORA

O Caçador de Pipas
Conduta de Risco
Desejo e Reparação
Os Indomáveis
Ratatouille

 

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

"Falling Slowly", Once
"Happy Working Song",
Encantada
"Raise It Up",
O Som do Coração
"So Close",
Encantada
"That’s How You Know", Encantada


MELHOR SOM

Os Indomáveis
Onde os Fracos Não Têm Vez
Ratatouille
Transformers
O Ultimato Bourne

 

MELHOR EDIÇÃO DE EFEITOS SONOROS

Onde os Fracos Não Têm Vez
Ratatouille
Sangue Negro
Transformers
O Ultimato Bourne

 

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

12, Rússia
Beaufort, Israel
The Counterfeiters, Áustria
Katyn, Polônia
Mongol, Cazaquistão
 

MELHOR DOCUMENTÁRIO

No End in Sight
Operation Homecoming: Writing the Wartime Experience
S.O.S Saúde
Taxi to the Dark Side
War/Dance
 

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM

Freeheld
La Corona (The Crown)
Salim Baba
Sari's Mother

 

MELHOR CURTA-METRAGEM

At Night
Il Supplente (The Substitute)
Le Mozart des Pickpockets (The Mozart of Pickpockets)
Tanghi Argentini
The Tonto Woman


MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO

I Met the Walrus
Madame Tutli-Putli
My Love (Moya Lyubov)
Peter & the Wolf

Além 16

"Antes Só do que Mal Casado" também foi malhado por mim no Cinema e Vìdeo

Resumo da Semana (14 a 20 jan)

Na semana em que completo mais um aninho de vida (dia 20 de janeiro, para quem não sabe, foi a data), uma média até interessante: três em casa e mais "Meu Nome Não é Jhonny" no cinema.

"Os Simpsons - O Filme" (The Simpsons Movie, 2007). De David Silverman

Esperando que amanhã o Porco-Aranha receba uma indicação ao Oscar de Melhor Filme de Animação, revi esse ótimo longa que não deu um passo atrás nas minhas expectativas. Piadas boas a rodo - muitas de ótimo humor-negro - e uma história insana, como é de praxe na vida dessa família. Vale cada segundo. Nota: 8,5

"O Justiceiro"* (The Punjsher, 2004). De Jonathan Hensleigh

Há muito já queria ter visto esse filme, essa semana ratifiquei os motivos de mão o ter assistido ainda: historinha fraca, direção pobre e exageros nada divertidos. O filme ainda ganha alguma pontuação pelo carisma de Ben Foster e também de seu protagonista Thomas Jane, que estranhamente não estará na continuação do herói das HQ's no cinema. Nota: 5,5

"Mimzy - A Chave do Universo"* (The Last Mimzy, 2007). De Robert Shaye

Você pode até achar que este é mais um daqueles filmes de fantasia que foi criado para ser uma franquia multimilionária, mas ao ver o longa saberá que as coisas não são bem assim. Ele traz uma história que mais esconde do que mostra, sabe estabelecer boa dinâmica entre os personagens e também com o público e, aos poucos, pela simplicidade do roteiro e carisma de sua protagonista, a lindinha Rhiannon Leigh Wryn, ganha o espectador. Vale a conferida também pela ótima edição de som e a canção-tema de Roger Waters. Nota: 7

* Filme visto pela primeira vez

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, UBERLANDIA, Homem