Cinefilia - UOL Blog
Além 7

Mais uma crítica Cinefilialesca (!) no Cinema & Vídeo: Duro de Matar 4.0. Releiam:

Cartaz

O novo trabalho de Paul Thomas Anderson, "There Will Be Blood", é um dos mais aguardados desde o anúncio de que o cineasta iria adaptar o livro Oil! de Upton Sinclair, isso em 2005. O filme estréia em dezembro nos Estados Unidos e estará nos cinemas brasileiros em fevereiro do ano que vem.

O trailer saiu em junho, agora liberaram o belíssimo cartaz do longa. Ele já vem sendo cotado como um dos papa-Oscar do ano. É continuar aguardando.

Basic Instinct

Escritor é condenado por crime que descreveu em livro

 

Um escritor polonês, Krystian Bala, foi condenado nessa quarta-feira a 25 anos de prisão por envolvimento em um assassinato parecido com o que ele prórpio desescreveu em um de seus livros

 

***

A vida imita a arte, que imita a vida.

 

Gostou? Clique aqui e veja, além de Bruce Willis, Keanu Reeves, Meg Ryan, Brad Pitt e mais um monte de famosos antes da fama.

Socorro!

O segundo longa-metragem dos Beatles, "Help!" será lançado em DVD duplo em outubro - mas precisamente no dia 29. O filme sucedeu "Os Reis do Iê-Iê-Iê!", de 1964. No enredo o fab-four protege um dos seus (Ringo Starr), um anel e tenta evitar um sacríficio humano.

No mercado já há um DVD de "Help!", porém simples. Agora ele ganha um segundo disco só de extras (making of da produção com cerca de 30 minutos, cena inédita, trailers e outras traquitanas).

Pouco depois depois do lançamento, John Lennon confessou que em grande parte das gravações ele e seus companheiros apareciam sob o efeito de maconha e taxou o filme de "porcaria". A crítica também recebeu o longa de maneira fria, bem diferente do que aconteceu com "Os Reis do Iê-Iê-Iê!", que anos mais tarde foi considerado por gente do calíbre de Roger Ebert como um dos 100 melhores filmes de todos os tempos.


Comentários de Última Hora: não cheguei a ver "Help!", mas "Os Reis do Iê-Iê-Iê!" também não é nenhuma maravilha.

Uma Mais

"Os Sete Samurais" (1954)

Um dos mais aclamados filmes do cultuado diretor Akira Kurosawa.

Já ganhou uma releitura livre com o western "Sete Homens e um Destino" (1960), de John Sturges.

Uma refilmagem contemporânea vem sendo pensada desde 2003. Os irmãos Weinstein parecem estar perto de produzí-la.

Cavaleiro das Trevas

A atriz inglesa Sarah Jayne Dunn teria sido contratada para "The Dark Knight". O papel dela, dizem, seria a da Arlequina. Faz total sentido, uma vez que Sarah Michelle Gellar já teria recusado o personagem. Mas a vendo loirinha assim, também aposto algumas fichas numa aparição dum Robin como o concebido por Frank Miller na famosa HQ homônima do morcegão.

Por que não?

Resumo da Semana

De volta aos cinemas com "Os Simpsons" (que logo receberá a crítica) e mais dois filmes na noite de domingo na Globo:

"Fim dos Dias" (End of Days, 1999). De Peter Hyams

Quando vi esse filme pela primeira vez me empolguei bastante. Já na segunda passada de olho não curti tanto. Esse seria, então, o tira-teima. Devo dizer que o trabalho ganhou alguns pontos em relação à segunda visita, mas não tantos que o façam achar um grande filme. Ele vai se equilibrando entre algumas boas frases, mais algumas cenas de ação bem trabalhadas, uma meia-dúzia de furos de roteiro e momentos piegas. Ao final, o resultado: diversão altamente descartável, mas que prende a atenção. Nota: 6

 

"Donnie Brasco" (Idem, 1997). De Mike Newell

Um ótimo trabalho de direção e roteiro. Esse filme pode até lembrar obras de Martin Scorsese como "Os Bons Companheiros" ou mesmo o clássico de Sergio Leone "Era Uma Vez na América", mas não se engane, a história do agente infiltrado na máfia nova-iorquina tem estilo e qualidades próprios. Destaque para a elegante edição e também ao elenco que põe lado a lado Al Pacino e Jhonny Depp. Indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. Nota: 8,5

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, UBERLANDIA, Homem